11 dezembro 2005

Histórias da Lata - 03

Foto: William

Fotografar com as latas é uma aventura que só quem vive a experiência sente pois as pessoas olham com desconfiança para aquela lata pintada de preto, e não seria normal se um ou vários policiais viessem fazer as perguntas consagradas:

O que isto ai? Tem pólvora dentro? Quero ver?

Não posso deixar ele abrir minha latinha caso contrário perderei uma imagem.

Explico todo o processo para o policial no final da explicação ele chama outros companheiros sem entender nada do que está acontecendo:

- Como uma lata de leite pode tirar fotografia?

Explico novamente e só acreditam quando eu tiro uma foto deles, no outro dia mostro o resultado. Daí o sentimento de desconfiança passa a ser o de admiração e, ao mesmo tempo respeito.

A última abordagem policial foi há umas três semanas, quando estávamos fotografando o Palácio da Justiça. O policial perguntou o que nós estávamos fazendo com uma lata preta, de um lado para o outro. Explicamos. E, como era de se esperar, não entendeu.

Já era fim de tarde e o sol já estava indo embora (para fotografar dependemos da luz natural) para que a foto seja tirada com menos tempo de duração. Então tivemos que encurtar aquela resposta , repetir todo o processo (fotografar o policial).

Precisamos dar conta de nossas fotos (que estão na pauta), antes que o sol vá, definitivamente, embora.

12 comentários:

Jean Scharlau disse...

É de fato um objeto muito suspeito, essa lata.

Norma disse...

Gente, que coisa linda! Parabéns!!! Essas últimas três fotos estão de matar de tão bonitas. E a história é ao mesmo tempo engraçada e trágica: se vocês tiverem que ficar gastando filme com cada policial que chega desconfiando, não vai sobrar para as fotos! Melhor levar fotos já prontas para mostrar.
Beijos a vocês dois!

Elaine disse...

Do jeito que vai vocês irão fazer uma exposição de fotos de policiais. Concordo com a Norma, penso que vocês poderiam andar com uma ou duas fotos prontas ou um dossiê do trabalho da lata mágica. No mais, adorei saber mais um pouquinho sobre o trabalho de vocês.
Dou como sugestão que tudo o que vocês escreverem na net ou até mesmo rsacunharem na rua ou em casa, guardem para quem sabe futuramente um trabalho de livro com as fotos ilustrada. Caraca, seria demais!
Beijos...Elaine

Marcos disse...

Caros amigos:

Otoridade é bicho dificil de convencer, mas o trabalho de vocês já nem precisa de tanto convencimento assim.

Abçs

Marcelo Orlando disse...

Olá Odilene e Willian!!

Bela paisagem....
Que coisa heim!! ter que explicar que fucinho de porco não é tomada não deve de ser nada fácil.... principalmente quando o fucinho do dito é uma lata preta... rsrs.... abços....

Claudio Tellez disse...

As suas fotos estão cada vez melhores! E que bom que aí os policiais são mais compreensivos...

Felicidades e continuem com seu excelente trabalho!

Gorda disse...

Olá fofinhos, visitem a minha nova casa:))

Joel S disse...

putz, tive aqui no início e agora quanta foto. Parabéns para o pessoal arretado da Lata.
Abração - j o c a

Moderado, o idiota disse...

Prezados Odilene e William:

Boa noite.

Se tiverem a oportunidade, me expliquem como funciona o projeto de vocês. Há fins filantrópicos ou de responsabilidade social?

Agradeço a atenção (pepsar@gmail.com)

Um abraço,

Ozéas disse...

Parabéns pelas conquistas, a prefeitura foi nota 10.
Abç

Rosario Andrade disse...

Ola Latas!
Excelente post! As fotos estão cada vez melhores e mais poeticas. O texto... simplesmente delicioso!
E li na Santa que tem projecto novo: PARABENS!!!!!!!!! Continuação de um excelente trabalho!

Abracicos!

Anônimo disse...

William e Odilene,

Cheguei aqui depois de ler o post do Serjão e fiquei feliz de encontrar vários amigos nos links favoritos. Agora sei porque já tinha lido vários comentários sobre vocês. Parabéns pelo belíssimo trabalho!

Convido a conhecerem o AZIMUTH, meu espaço. Vejam se gostam, ok?
Estão adicionados.

Desejo a vocês um Natal muito feliz e um 2006 cheio de realizações! Forte abraço!

N. Cotrim - AZIMUTH
http://azimuth.zip.net